PMG ARQUITETANDO POR AÍ

PMG ARQUITETANDO POR AÍ
Aqui, o assunto é transformar rotinas engessadas, visando a melhoria da qualidade de vida dos envolvidos. Como assim? Com conhecimentos arquitetônicos aliados à técnicas de organização, residenciais ou comerciais, espaços são reestruturados com custo bem inferior ao previsto. Independente do tamanho da sua necessidade, conheça um pouco dessa história e encontre respostas para modificar a sua. Aguardo você...

27/05/2012

ENTREVISTAS




 
Arrumar a casa não é um problema para a americana Cynthia Townley Ewer, consultora de organização e autora do livro Chega de Bagunça (Publifolha). Leia sua entrevista exclusiva à revista CASA CLAUDIA.
1. No seu livro, você define alguns tipos de "personalidades bagunceiras". Há solução para elas?
Sua personalidade pode explicar por que você vê bagunça na casa - e te mostrar como se livrar dela! Aquela que guarda coisas deve se lembrar de que sempre há mais potes de comida do que ela pode usar, enquanto a sentimental ficará melhor se limitar as recordações a álbuns de fotos e colagens do que realmente é importante.
Outros tipos têm a ver com os hábitos. A proteladora adia o momento de lidar com o caos. Já a perfeccionista deixa para fazê-lo só quando tiver o tempo ideal. Para esses dois casos, o movimento de começar afasta a inércia e traz a sensação de dever cumprido.
2. Que dicas você dá para quem não tem ideia de como começar a organização da casa?
Onde começar? Onde o problema aperta! Sente na sua poltrona preferida e repasse seu dia na mente. Em que ponto a falta de ordem te incomodou? Você não tem roupas limpas? Teve de procurar pelas chaves? Esqueceu um compromisso?
Escolha um problema - rotina doméstica, bagunça, falta de tempo - e dê um primeiro passo para resolvê-lo. Se esqueceu uma reunião, compre uma agenda ou passe a anotar os compromissos em um smart phone ou no calendário do computador.
Defina um local para guardar pastas, bolsas, chaves e o trabalho de escola das crianças. Adquira o hábito de separar e lavar as roupas. Quando você dá o primeiro passo, ganha energia para continuar.
3. Quais os principais desafios para manter a arrumação?
Com cada vez mais coisas em casa, as pessoas não têm lugar para guardá-las. Combater esse excesso - itens sem valor, uso ou significado - é um lento e constante processo de olhar estante por estante, prateleira por prateleira. Pode levar semanas para separar, jogar fora e organizar os pertences. Aquilo que você não precisa pode ser vendido ou doado.
Uma vez livre do caos, a casa em ordem oferece um local para cada coisa. Se você sabe que a tesoura fica sempre no canto direito da escrivaninha (e você a coloca lá após cada uso), não precisará comprar novas tesouras.
4. Organização significa tempo?
Pergunte a qualquer um que enfrenta uma correria para sair com a família todas as manhãs! Se a roupa do dia a dia está sempre limpa e pronta, o café fácil, as lancheiras à vista e as bolsas e chaves à mão, todos começam a jornada de bom humor e na hora.
Do contrário, as horas gastas para procurar itens perdidos, comprar comida depois do expediente ou ficar acordado até tarde para lavar o uniforme das crianças significam perda de tempo. Uma rotina doméstica eficiente não toma tempo: poupa!
5. Que dicas você pode dar para os seguintes casos:
- Um quarto de adolescente cheio de bichos de pelúcia
Ao invés de amontoá-los num canto, exiba-os reunidos em cestos coloridos nas paredes ou na estante. Outra ideia: pendure uma rede ou aramado no canto do quarto, o que vai manter os brinquedos no alto e longe do chão.
- Um ateliê de pintura
Artistas criam melhor quando suas ferramentas e materiais estão acessíveis e à mão. Deixe abertos baldes com cada tipo de item, como pincéis, lápis, tintas e canetas. Assim, ficam fáceis de encontrar. Gavetinhas deslizantes setorizadas também organizam melhor itens de natureza diferente.
- Um quarto de brinquedos e TV
Latas ou cestas abertas ajudam as crianças a organizar os brinquedos em espaços compartilhados. Arrumar as peças por tipo - os caminhões em uma cesta, os blocos em outra - permite manter o ambiente sob controle. Guarde os DVDs de filminhos em caixas baixas e compridas. Assim, os pequenos conseguem achar suas fitas preferidas sem derrubar o que há na estante. Use a mesma lógica para os livros.
- Um home theater
É fácil encontrar estantes próprias para CDs e DVDs. Mas você também pode tentar colocá-los em grandes fichários: sem a embalagem, os discos ocupam bem menos espaço.
- Escritório em casa
Arquivos suspensos facilitam a localização dos papéis. Divida a correspondência que chega por contas a pagar, tarefas, itens pendentes e arquivo.
- Cozinha
Multiplique o espaço de armazenamento dos armários com ganchos para pendurar copos no fundo das prateleiras. Pequenas estantes componíveis também podem preencher áreas vazias dentro deles. Outro truque: tire as louças de festa da cozinha quando não estão sendo usadas. Assim, elas cedem lugar para o que você realmente precisa do dia a dia.
- Sala de jantar
Nada melhor que um bom bufê para guardar pratos, copos e travessas. Um cesto bonito com guardanapos enrolados prontos para servir dá um toque decorativo ao ambiente.
- A área de serviço
Faça a lavanderia trabalhar tão duro quanto você! Use penduradores de fácil acesso para as roupas secas que acabam de ser lavadas. Assim, você diminui a necessidade de passá-las. Também ajuda deixar um carrinho deslizante que caiba entre o tanque e a lavadora. Encha-o com sabão em pó e produtos afins: é um ótimo jeito de deixá-los à mão sem atrapalhar o caminho.
- Um closet
Dobre o espaço para pendurar camisetas e blusas com um segundo varão mais baixo que o principal. Não ignore a face interna das portas: pregue penduradores para tirar proveito dessa área em geral desperdiçada. Sapatos, bolsas e malhas podem ser acomodados em prateleiras avulsas presas ao varão principal. Do mesmo modo, cabides especiais permitem deixar várias calças no lugar de uma só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário...