PMG ARQUITETANDO POR AÍ

PMG ARQUITETANDO POR AÍ
Aqui, o assunto é transformar rotinas engessadas, visando a melhoria da qualidade de vida dos envolvidos. Como assim? Com conhecimentos arquitetônicos aliados à técnicas de organização, residenciais ou comerciais, espaços são reestruturados com custo bem inferior ao previsto. Seja sua necessidade tamanho p, m ou g, entre, conheça um pouco dessa história e encontre respostas para modificar a sua. Aguardo você!!

18/05/2014

ABAIXO O PHOTOSHOP



Viva a beleza natural!!





Mais uma semana de muito trabalho. Consequentemente, pouco tempo para navegar na internet. As operações diárias se resumiram a conectar, alimentar a fanpage do ARQUITETANDO POR AÍ e desconectar. Numa delas, no meu feed de notícias do facebook, algo chamou-me a atenção. Como headline: Verily - nova revista feminina escolhe banir o Photoshop de suas fotos e chacoalha o mercado editorial. Entendi tratar-se de um compartilhamento de post do site hypeness. Segue transcrição do texto... 

Na contramão das grandes publicações voltadas para o público feminino, há uma revista que quer mostrar a real beleza da mulher – com direito a rugas, marcas, pneuzinhos e tudo mais. Em um mundo em que a beleza ideal reina, a norte-americana Verily é a primeira revista feminina que baniu o Photoshop.
Sem medo de ser feliz, a publicação anuncia que nenhuma de suas modelos passa por qualquer tipo de “cirurgia” virtual no editor de imagens. A intenção é aproximar as leitoras e fazer com que elas se sintam bem. “Nós realmente acreditamos que as características únicas de cada mulher – sejam elas pés de galinha, sardas ou um corpo que não esteja todo durinho – contribuem para sua beleza e, dessa forma, não precisam ser removidas ou alteradas”, afirma a Verily em sua “Política do Photoshop”.
A revista, que trata sobre assuntos como beleza, moda, sexo e comportamento, vai além em sua meta de fazer com que as mulheres se sintam bem. Recentemente, em uma de suas matérias, a Verily transportou a moda das passarelas para a realidade de suas leitoras. Em vez de modelos renomadas usando Prada, Tommy Hilfiger e outras grifes de luxo, a publicação usou mulheres comuns e roupas de preço acessível, encontradas em lojas populares.

Diante do reconhecimento das nossas particularidades e imperfeições, nunca entendi o fascínio por esse editor de imagens. Para que "melhorar" a imagem de alguém, exaltando a perfeição, quando fora dela os envolvidos permanecem da mesma forma!? Realmente, uma "cirurgia" virtual. E foi em busca de confirmação que fui até a Verily. Atentem para o que encontrei, na seção about us, fazendo parte da política da revista!? OBs.: o trecho sublinhado, já traduzido, aparece na publicação transcrita.
 

Our Photoshop Policy

 
Whereas other magazines photoshop to achieve the “ideal” body type or leave a maximum of three wrinkles, we never alter the body or face structure of our models with Photoshop. We firmly believe that the unique features of women — be it crows feet, freckles, or a less-than-rock-hard body — contribute to their beauty and therefore don’t need to be removed or changed.
 

“Women want to feel naturally beautiful.”
Kara Eschbach*
*"Mulheres querem se sentir naturalmente bonitas."
Kara Eschbach (co-fundadora da Verily)





Adepta não só da autenticidade, mas, principalmente, do reconhecimento e aceitação das nossas características individuais, encantei-me com a atitude corajosa dos fundadores da revista. Numa visita ao site da Verily, poderão comprovar que, dentro da normalidade, vaidade continua na moda, sem prejudicar ninguém. Assim, por essa razão, bem como por uma necessidade de organização pessoal, garimpei algumas dicas bem criativas para facilitar o manuseio das nossas maquiagens. Podem usar e abusar!!

  
 
 

Simplicidade com pratos disponíveis





Praticidade usando gavetas planejadas





Decorativa com reutilização de itens





Charmosa dispondo de produtos criativos

 
 


Inovadora com quadro magnético e imãs





Fonte imagens: INTERNET

2 comentários:

  1. Amei, amei, amei! Muito original! Amo esse blog! Adoro o seu posicionamento. Como faço o quadro para fixar as maquiagens? Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O quadro acima foi confeccionado reutilizando uma moldura antiga repintada. Para tal, colocou-se uma chapa de metal no lugar da antiga tela. Finalizando, pedacinhos de imã foram colados às embalagens a serem organizadas. Nesse caso, a chapa foi revestida com tecido rústico. Obrigada pelos elogios! Boa sorte!

      Excluir

Deixe aqui seu comentário...